A imagem(nação)

imaginação

Ontem fui ao SESC Osasco assistir um espetáculo de teatro-circo. Belíssimo. Tanto pela escolha da linguagem,  quanto pela estética, sobre tudo pelo uso do corpo, o que permitiu a montagem uma utilização imagética muito  rica.

Era desnecessário o uso da palavra (Texto). E foi o que o grupo apresentou. Muita música e o uma utilização    perfeito de imagens. Além do espetáculo propriamente dito, acontecia paralelamente dois outros espetáculos.  Do meu lado direito estava sentado um rapaz cego. Isso mesmo. Dos dois olhos.

Os espetáculos paralelos a que me refiro, primeiro, na minha mente, (e quando pensamos, pensamos  imageticamente), era o meu, de imaginar o que estaria passando na mente e quais imagens estavam sendo  produzidas pelo cego.

O outro, era o que o cego estava produzindo em sua mente, já que havia quase nada de texto na produção.

Esses pensamentos, me fez refletir na importância que se tem a imagem, se ela real ou imaginária. Pois mesmo quando há o silêncio ou a ausência da palavra, as imagens são construídas em nossos pensamentos e imaginações. Eu confesso, que gostei dos três espetáculos!

Eliabe Vicente

Advertisements

One thought on “A imagem(nação)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s